sábado, fevereiro 16, 2008

Mobilidade de Violante Saramago Matos



Gostei do artigo da Violante que hoje é publicado no DNm.

Para tomar tais decisões de fundo era preciso parar, pensar, decidir e projectar, o que se tem revelado uma prática pouco comum a julgar pelas decisões que se têm tomado no domínio do ordenamento do território nesta Região.

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Luis said...

Também gostei muito das suas declarações na RTP-N, era muito bom que de uma vez por todas dêem ouvidos aos especialistas, e refiro-me aos isentos, porque os especialistas comprados e tendencioso por cores partidárias, esses não valem de nada. O que falta para declarar o estado de calamidade? provavelmente faltava mais gente no centro do Funchal no exacto momento da enxurrada, porque bastava que fosse num dia de semana, e o Sr. Dr. Albuquerque não estaria a desviar as atenções para as zonas altas.
Também gostei de ver a cabeça baixa e envergonhada do Sr. Dr. Jardim ao lado do Sr. Sócrates.
Quando as pessoas, sem reflectir ou premeditadamente, insultam e enxovalham os outros, lembrem-se que mais tarde podem precisar da ajuda destes últimos.
Estou farto desta cultura e educação de esgoto e mania de povo superior, é quase um código de conduta.
Eu até estou a escrever isto com um pseudónimo, tenho medo e posso perder o meu trabalho por estar a escrever isto.

1:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger