sexta-feira, janeiro 20, 2006

Sindrome Abel Xavier ataca Madeira


O desenvolvimento da Madeira tem-se inspirado, infelizmente, em modelos que pouco têm a ver com as características e potencialidades da ilha. Há situações em que os modelos até são adaptáveis e resultam bem. Há outros que revelam uma crise de identidade e se revelam completamente ridículos. A síndrome Abel Xavier já começou a atacar a ilha na Vila da Calheta e ameaça contaminar o Funchal.


É de facto uma pena que haja a intenção de corromper a paisagem da Madeira, numa atitude completamente parola, que será prejudicial sob o ponto de vista turístico, como será mais um encargo público completamente escusado.
Segundo reza a História, a Praia Formosa já dispôs de uma boa quantidade de areia que a natureza, com a ajuda do Homem, se encarregou de subtrair. Não vejo grande mal em criar condições para que se reponha essa areia com vista a tornar a praia mais confortável para os veraneantes.
Mas importar areia amarela de Marrocos, matéria estranha ao eco-sistema da ilha, só para replicar uma imagem qualquer dum postal das caríbas, acho um total disparate.


2 Comments:

Blogger Malapata said...

em praia do areal branco no Porto Santo esta certa! Em ilha da Madeira pode, mas deve? Eu concorda do mais.

Sinclair

1:13 da tarde  
Blogger ana isabel freitas said...

A comparação é genial. Creio que a imagem vale mais que as mil palavras. A náusea que me provocou o "avistamento" do areal amarelo na Praia Formosa é disso prova!

11:57 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger